BRASPEN News - Suplementação Nutricional Oral na oncologia


A desnutrição é comum no paciente com câncer e atinge 40-80% deste grupo, sendo a perda de peso um dos primeiros sinais e está presente em 15-40% dos casos no momento do diagnóstico. Neste cenário, os pacientes apresentam consequências negativas como aumento da toxicidade do tratamento e complicações, aumento da hospitalização e mortalidade(1–4).


Alguns diagnósticos oncológicos apresentam maior risco nutricional, como câncer de cabeça e pescoço, trato gastrintestinal alto e pulmão e nestes casos a intervenção nutricional precoce é vantajosa pois reduz a prevalência de desnutrição e sintomatologia dos tratamentos(4–7).


A intervenção nutricional contempla a terapia nutricional oral, enteral e parenteral, além do aconselhamento dietético, onde este último é considerado a primeira linha de terapia nutricional(8).


O aconselhamento dietético visa modificações constantes na dieta para minimizar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente com câncer. Estratégias nutricionais para o manejo dos sintomas durante a terapia antineoplásica, assim como a oferta de suplementos nutricionais e sua adequada orientação de uso, melhoram a tolerância ao tratamento e auxiliam na recuperação do estado nutricional(6,8–11).


Suplementos nutricionais orais são fórmulas prontas para o consumo e indicadas para pacientes com ingestão alimentar abaixo dos 70% das necessidades nutricionais e/ou com perda de peso ou desnutrição já presente(9,12,13). Mas vale ressaltar que, pacientes de alto risco nutricional (câncer de cabeça e pescoço, trato gastrintestinal alto e pulmão), já devem fazer uso destas fórmulas de forma precoce, ou seja, antes mesmo de iniciar o tratamento, devido todos os efeitos colaterais já conhecidos que estes pacientes apresentarão ao longo da quimioterapia e radioterapia, como mucosite oral, disgeusia, xerostomia, disfagia, entre outros.


Ainda, os pacientes submetidos à cirurgia de médio a grande porte se beneficiam da suplementação nutricional no período pré-operatório. Fórmulas contendo nutrientes imunomoduladores auxiliam na recuperação do pós-operatório, reduzindo tempo de internação e complicações, principalmente infecciosas. A oferta deve ocorrer 5-7 dias antes da cirurgia para pacientes bem nutridos e de 10-14 dias para aqueles que apresentam desnutrição grave(14–17).


Alguns nutrientes têm sido alvo de estudos na oncologia e para melhora da composição corporal, como é o caso do ômega-3. O ômega-3 atua como anti-inflamatório e pode atenuar a proteólise, aumentando a ingestão alimentar, promovendo o ganho de peso com melhora da composição corporal, aumentando massa muscular, principalmente em pacientes com caquexia(8,9,18,19).


O uso de suplementos nutricionais melhora a tolerância ao tratamento e a qualidade de vida, além de reduzir a hospitalização e custos, pois aumenta a oferta calórico-proteica, contribuindo para a melhora da ingestão alimentar, peso e composição corporal(6,9–11,20).


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS


1. Laviano A, Di Lazzaro L, Koverech A. Nutrition support and clinical outcome in advanced cancer patients. Proc Nutr Soc. 2018;77(4):388–93.

2. Penna F, Ballarò R, Beltrà M, De Lucia S, Castillo LG, Costelli P. The skeletal muscle as an active player against cancer cachexia. Front Physiol. 2019;10(FEB):1–15.

3. Muscaritoli M, Arends J, Aapro M. From guidelines to clinical practice: a roadmap for oncologists for nutrition therapy for cancer patients. Ther Adv Med Oncol [Internet]. 2019;11(6):1758835919880084. Available from: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/31762796

4. Ravasco P. Nutrition in Cancer Patients. J Clin Med [Internet]. 2019 Aug 14;8(8):924–5. Available from: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/31416154

5. de las Peñas R, Majem M, Perez-Altozano J, Virizuela JA, Cancer E, Diz P, et al. SEOM clinical guidelines on nutrition in cancer patients (2018). Clin Transl Oncol [Internet]. 2019;21(1):87–93. Available from: https://doi.org/10.1007/s12094-018-02009-3

6. de van der Schueren MAE. Use and effects of oral nutritional supplements in patients with cancer. Nutrition [Internet]. 2019;67–68. Available from: https://doi.org/10.1016/j.nut.2019.07.002

7. Kiss N, Loeliger J, Findlay M, Isenring E, Baguley BJ, Boltong A, et al. Clinical Oncology Society of Australia: Position statement on cancer-related malnutrition and sarcopenia. Nutr Diet. 2020;77(4):416–25.

8. BRASPEN. Diretriz Braspen De Terapia Nutricional No Paciente Com Câncer. Braspen J. 2019;34(Supl 3):2–32.

9. Arends J, Bachmann P, Baracos V, Barthelemy N, Bertz H, Bozzetti F, et al. ESPEN guidelines on nutrition in cancer patients. Clin Nutr [Internet]. 2017;36(1):11–48. Available from: http://dx.doi.org/10.1016/j.clnu.2016.07.015

10. Yalcin S, Gumus M, Oksuzoglu B, Ozdemir F, Evrensel T, Sarioglu AA, et al. Nutritional Aspect of Cancer Care in Medical Oncology Patients. Clin Ther [Internet]. 2019;41(11):2382–96. Available from: https://doi.org/10.1016/j.clinthera.2019.09.006

11. Gomes F, Baumgartner A, Bounoure L, Bally M, Deutz NE, Greenwald JL, et al. Association of Nutritional Support With Clinical Outcomes Among Medical Inpatients Who Are Malnourished or at Nutritional Risk: An Updated Systematic Review and Meta-analysis. JAMA Netw open. 2019;2(11):e1915138.

12. Tanaka M, Marques APA, Costa VS, Piovacari SMF SL. Terapia nutricional oral. In: Piovacari SMF, Toledo DO FE, editor. Equipe multiprofissional de terapia nutricional. São Paulo: Atheneu; 2017. p. 256–236.

13. Garófolo A, Lancellotti F UG. Terapia nutricional oral, enteral e parenteral. In: Silva ACL, Hirose EY KS, editor. Manual prático de assistência nutricional ao paciente oncológico adulto e pediátrico. São Paulo: Atheneu; 2020. p. 33–50.

14. Weimann A, Braga M, Carli F, Higashiguchi T, Hübner M, Klek S, et al. ESPEN guideline: Clinical nutrition in surgery. Clin Nutr [Internet]. 2017;36(3):623–50. Available from: http://dx.doi.org/10.1016/j.clnu.2017.02.013

15. De-Aguilar-Nascimento JE, Salomão AB, Waitzberg DL, Dock-Nascimento DB, Correa MITD, Campos ACL, et al. ACERTO guidelines of perioperative nutritional interventions in elective general surgery. Rev Col Bras Cir. 2017;44(6):633–48.

16. Gustafsson UO, Scott MJ, Hubner M, Nygren J, Demartines N, Francis N, et al. Guidelines for Perioperative Care in Elective Colorectal Surgery: Enhanced Recovery After Surgery (ERAS®) Society Recommendations: 2018. World J Surg [Internet]. 2019;43(3):659–95. Available from: https://doi.org/10.1007/s00268-018-4844-y

17. Low DE, Allum W, De Manzoni G, Ferri L, Immanuel A, Kuppusamy MK, et al. Guidelines for Perioperative Care in Esophagectomy: Enhanced Recovery After Surgery (ERAS®) Society Recommendations. World J Surg. 2019;43(2):299–330.

18. Dupont J, Dedeyne L, Dalle S, Koppo K, Gielen E. The role of omega-3 in the prevention and treatment of sarcopenia. Aging Clin Exp Res [Internet]. 2019;31(6):825–36. Available from: http://dx.doi.org/10.1007/s40520-019-01146-1

19. Prado CM, Purcell SA, Laviano A. Nutrition interventions to treat low muscle mass in cancer. J Cachexia Sarcopenia Muscle. 2020;11(2):366–80.

20. Schuetz P, Fehr R, Baechli V, Geiser M, Deiss M, Gomes F, et al. Individualised nutritional support in medical inpatients at nutritional risk: a randomised clinical trial. Lancet. 2019;393(10188):2312–21.

307 visualizações

Nossos Parceiros

p01
Logo Branco Danone Nutricia_editado
p03
fresenius-kabi-sharing
kabi
logo_site_unidos
abbott2
cardinal_health_Braspen

Sobre a BRASPEN/SBNPE


A BRASPEN/SBNPE é uma sociedade interdisciplinar de médicos, nutricionistas, farmacêuticos, enfermeiros atuantes na área de terapia nutricional.

Rua Abilio Soares, 233, Conjunto 144
São Paulo / SP - CEP 04005-000.


E-mail: contato@braspen.org


(11) 3889-9909 - (11) 94748-3609

Inscreva-se na BRASPEN


Receba nossos informativos mensais:

Redes Sociais:

face.png
IG.png

© Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral - Desenvolvimento: WDCOM

  • Preto Ícone Facebook