Cópia de Diga Não à Lesão Por Pressão - Letra O












Vídeo-Aula - Letra O: Orientar a alta hospitalar



O processo educacional do paciente e de sua rede de cuidados é uma das intervenções multiprofissionais mais importante em todas as esferas de assistência à saúde. O indivíduo possui um papel valioso na prevenção de LP, assim como em todo processo de assistência que o envolve, tanto em âmbito hospitalar quanto domiciliar. Para elaboração de um plano de cuidados domiciliar é fundamental que seja avaliada a capacidade de autocuidado do indivíduo, assim como a habilidade e o conhecimento de seus cuidadores.


Um estudo multicêntrico randomizado com 47 pacientes desenvolveu um programa de educação voltado para prevenção de LP, com foco no autocuidado por oito semanas. O grupo experimental apresentou maior disposição à adoção de comportamentos preventivos e de autocuidado, assim como aumento no conhecimento em comparação ao grupo controle. Além disso, um paciente do grupo controle apresentou uma nova LP durante o estudo.


Estabelecer um plano de alta hospitalar estruturado com ferramentas compreensíveis para educação do paciente melhorará a capacidade da equipe multidisciplinar em garantir a efetividade do processo educacional do indivíduo.


Diversos instrumentos podem ser utilizados no processo de educação dos pacientes e cuidadores, desde recursos e instrumentais tecnológicos, até cartilhas e manuais escritos e impressos. Cada profissional em sua realidade deve adotar o suporte que encontrar disponível e melhor se adequar ao perfil do seu público. Vale ressaltar que, em uma revisão integrativa, foi apontado que cartilhas e manuais são os recursos que mais favorecem a relação profissional/paciente, gerando impacto positivo na satisfação e no autocuidado.


Clique aqui para ler a publicação completa



417 visualizações

Posts recentes

Ver tudo